facebook facebook facebook

Omissões de Portos e as mensagens ignoradas pela Antaq

21/11/2013 15:06

 Todas as mensagens enviadas aos usuários dos portos do Rio de Janeiro também são encaminhadas para diversas autoridades. Em destaque, no caso das omissões de portos, os Diretores da Antaq Senhores Pedro Brito e Fernando Fonseca recebem cada artigo que publicamos. Sempre faremos isso, porque temos muita preocupação com o “nãosabismo”, que é o não saber sabendo.

Enviamos mensagem ao Sr. Fernando Fonseca, com cópia ao Sr. Pedro Brito, perguntando sobre as atitudes da Antaq em relação às omissões de portos. Por três vezes nossa mensagem foi apagada pelo Sr. Fonseca, sem ser lida. Isso reflete o descaso desse senhor com os usuários. Já o Sr. Brito, pelo menos no nosso controle, sequer leu a nossa mensagem.

Não estamos cobrando da Antaq nada mais do que os direitos dos usuários. Infelizmente, precisamos nos dar ao trabalho de enviar mensagens às autoridades, porque esse modo operante de fiscalizar através de ouvidoria não foi, não é e nem nunca será considerado fiscalização. Para nós, alegar que os usuários devam buscar a ouvidoria para cientificar a autoridade dos problemas é o mesmo que transferir as responsabilidades dos atos fiscalizatórios aos usuários. Os valores não podem ser invertidos, pois são os usuários exportadores/embarcadores e importadores/consignatários que pagam as contas e geram riquezas para o país. Os usuários dão sentido à existência da Antaq, de navios e terminais, pois sem carga nada existiria.

Anima ler na mídia que o Diretor da Antaq Sr. Fernando Fonseca começará a fiscalizar os fretes e as demurrages? Sim. Contudo, ao mesmo tempo assusta, pois nos dá a entender que somente depois de mais de 10 anos da criação da agencia é que algo começará a ser feito no sentido de proteger os usuários e os cofres país. O Brasil despeja 20 bilhões dólares em fretes e demurrages no exterior. Será que nesses números estão inclusos serviços cujos valores deveriam permanecer no Brasil e vão embora como frete? Ora, se o ente publico não conhece esses números, como podemos ter certeza de que não estamos diante de um grande caso de evasão de divisas?
.
Estamos vivendo um momento critico na navegação de longo curso. As sucessivas, previsíveis e programadas omissões de portos estão prejudicando muito o Brasil no exterior e causando muitos prejuízos aos exportadores e importadores. Temos relatos de mercadorias que tiveram seus embarques transferidos por 04 semanas consecutivas. A farra de armadores e terminais precisa acabar. O que a Antaq tem feito sobre isso?

O Brasil e os brasileiros não podem tolerar mais esse tipo de desrespeito. Devemos cobrar dos Senhores Pedro Brito e Fernando Fonseca mais atitude. Devemos cobrar deles aquilo que nos é exigido todos os dias, devemos cobrar eficiência. Seria importante eles pararem de participar de congressos e fóruns e começarem a trabalhar mais dentro de seus gabinetes. De nada adianta ficar por aí mostrando números reluzentes, quando a realidade é indigente. Existe um atraso a ser tirado e um dia que seja na agenda deles é importante para o país. Não queremos ouvir o que eles têm a dizer. Queremos ver e sentir os efeitos do que eles estão fazendo.

Precisamos lembrar às autoridades que a ausência delas no dia a dia do comércio exterior inibe denuncias, porque existe sim medo de retaliação. As autoridades são culpadas de todos os problemas passados pelos usuários. É por isso que todos questionam se os cargos de liderança dessas autoridades são ocupados por pessoas competentes para tal, ou por indicações políticas.

Por: Usuários dos Portos do Rio de Janeiro

Outras Notícias

Av. Lafayete Coutinho, 1010, loja 15, Bahia Marina - Salvador - Bahia. Tel+55 71 3016 8500 Fax+55 71 3016 8511